Ranking

A Espanha avança

POR HORST KISSMANN
FOTOS RICARDO D’ANGELO

A Rioja continua dando as cartas e é a ainda a região mais conhecida de vinhos da Espanha. Porém, como mostra nosso painel com 20 rótulos espanhóis, as outras regiões se destacam e merecem a atenção do consumidor. Das amostras degustadas, 12 delas estão disponíveis no mercado brasileiro; o restante ainda está em busca de alguma representação e foram apresentadas na Degustação de vinhos da Espanha, organizado pelo ICEX (Instituto Espanhol de Comércio Exterior). Na prova, a maioria dos vinhos apresentou bons traços de evolução – resultado da guarda em barrica, e da evolução em garrafa por que passam antes de serem entregues ao mercado. Os tintos de Rioja saíram na frente e emplacaram os três primeiros lugares, mostrando um pouco do perfil da principal região vinícola da Espanha.

90 Marqués de Tomares Crianza 2005 (VINHO DO MÊS)
Castas: Tempranillo, Mazuelo e Graciano
Álcool: 13%
Produtor: Marqués de Tomares
Fuenmayor, Rioja
Casa Flora, R$ 48

Continua após o anúncio

Após passar um ano em barricas de carvalho americano, e no mínimo 14 meses em garrafa antes de ser comercializado. O campeão da prova apresentou grande estrutura e muita fruta, sendo longo e persistente na boca.

90 Rincón de Navas Crianza 2005
Casta: Tempranillo
Álcool: 13,5%
Produtor: Valgrande
San Vicente de La Sonsierra, Rioja
Grand Cru, R$ 94

Esta é a primeira bodega fundada pela família Garcia Viadero, da Valduero, durante os anos 80. A experiência adquirida fez com que investissem também na região de Ribera del Duero e Toro. Com potencial de guarda de seis anos, o varietal mostrou-se rico e complexo.

90 Barón de Oña Reserva 1999
Castas: Tempranillo e Mazuelo
Álcool: 13,5%
Produtor: Torre de Oña
Laguardia, Rioja
Zahil, R$ 135

A Barón de Oña deve suas origens a Leandro Vázquez, um cubano que comprou a finca e fundou a bodega. No ano de 1995 foi adquirida pelo Grupo La Rioja Alta. Bem envelhecido, com madeira presente é longo e persistente.

90 Elias Mora Crianza 2006
Casta: Toro
Álcool: 14,5%
Produtor: Elias Mora
San Román de Hornija, Valladolid
Vino, R$ 120

Com nove anos de idade, a vinícola especializou-se na casta Tinta de Toro que não foi afetada pela praga filoxera. As uvas vêm de plantas diretas, ou seja, não são enxertos em videiras americanas. De boa complexidade e madeira bem casada merece ser degustado.

90 Garmendia 2004
Casta: Tempranillo, Graciano e Garnacha
Álcool: 14%
Produtor: A. Modelo
Vizmalo, Burgos
Busca importador

Feito com uvas de agricultura ecológica, o tinto foi envelhecido durante 16 meses em barricas de carvalho francês e americano. Bem estruturado e encorpado, é fino, gostoso e com taninos que fazem notar na boca.

89 Herederos del Marqués de Riscal 2004
Castas: Tempranillo, Graciano e Mazuelo
Álcool: 14%
Produtor: Herederos del Marqués de Riscal
Elciego, Rioja
Interfood, R$ 126,50

Já em 1858 tornou-se a primeira bodega da região a vinificar seguindo os métodos bordeleses. As uvas encontradas neste vinho – que permanece em garrafa por três anos antes de ser comercializado – vêm de vinhas com mais de 30 anos de idade. Com muita fruta é gostoso e fresco.

89 Arco de Curiel Crianza 2004
Casta: Tempranillo
Álcool: 14%
Produtor: Arco de Curiel
Valladolid, Ribera del Duero
Busca importador

A bodega foi construída no ano de 1998 e têm capacidade para produzir 3.000 hectolitros. Nas naves subterrâneas repousam as barricas de carvalho americano e francês. De boa intensidade, na boca mostra muita fruta vermelha como ameixa.

89 Finca La Estacada 2005 (MELHOR COMPRA)
Casta: Tempranillo
Álcool: 13%
Produtor: Finca La Estacada
Taracón, Cuenca
D´olivino, R$ 54

A vindima da bodega dura cerca de dois meses, começando no final de agosto com a Merlot, terminando em outubro com a Cabernet Sauvignon. O rótulo merece destaque. Bem feito e complexo é gostoso, longo e intenso.

89 Viña Salceda Reserva 2002
Castas: Tempranillo, Graciano e Mazuelo
Álcool: 13%
Produtor: Viña Salceda
Elciego, Rioja
Mistral, US$ 39.90

Pertencente a Julian Chivite, a Viña Salceda costuma receber boas notas da imprensa especializada. Concentrado, o rótulo degustado é potente sem deixar de lado a elegância de seus taninos redondos.

88 Rioja Bordón Gran Reserva 2001
Casta: Tempranillo, Garnacha Tinta, Graciano e Mazuelo
Álcool: 13,5%
Produtor: Bodegas Franco-Españolas
Logroño, Rioja
Busca importador

Com mais de 100 anos de história, o vinho dessa casa estagia durante 24 meses em barricas de carvalho americano (de Ohio e Missouri) que recebem tostagem elevada. Um rótulo que apresenta muita fruta, e claro, muita madeira.

88 Solar Viejo Crianza 2005
Casta: Tempranillo
Álcool: 13,50%
Produtor: Solar Viejo
Laguardia, Rioja
Preebor, R$ 65

Fundada em 1937, a bodega está situada na parte norte da Rioja, próxima a um povoado medieval de Laguardia. O nome Solar Viejo vêm das construções típicas encontradas da região. Trata-se de um típico vinho de Rioja com um leve toque mentolado.

87 Chesa Tinto Roble 2007
Castas: Merlot e Cabernet Sauvignon
Álcool: 14%
Produtor: Bodegas Chesa
Barbastro, Somontano
Busca importador

Chesa é a última bodega a incorporar-se à região demarcada de Somontano, no ano de 2007. A pequena empresa familiar produz não mais do que 50 mil garrafas de vinhos ao ano. No intenso vinho degustado, fruta vermelha bem casada com a madeira.

87 Terrazas del Moncayo 2006
Casta: Garnacha
Álcool: 15%
Produtor: Bodegas Santo Cristo de Ainzón
Ainzón, Campo de Borja
Busca importador

A origem da Garnacha está ligada ao mediterrâneo, mais precisamente na região da Cataluña que conta com clima mais quente e onde é mais facilmente cultivada. No nariz, lembra tuti-fruti. Leve, apresenta taninos redondos.

87 Viña Sastre Roble 2007
Casta: Tempranillo
Álcool: 13,5%
Produtor: Viña Sastre
Burgos, Ribera del Duero
Península, R$ 79

Com uma produção anual de 190.000 litros, a bodega conta com uma nave que abriga 750 barricas de carvalho francês e americano. Vinho bem equilibrado.

87 Faustino Crianza 2006
Casta: Tempranillo
Álcool: 13,5%
Produtor: Bodegas Faustino
Oyón, Rioja
Cava de Vinhos, R$ 46

Já na quarta geração, a bodega fundada em 1861 produz em uma região cujos invernos são curtos, porém, sempre com frio intenso. Os 650 hectares estão plantados entre os 400 e 600 metros de altitude. Na boca é curto. Falta um pouco de complexidade.

86 Múrice Crianza 2003
Castas: Tempranillo e Graciano
Álcool: 12,5%
Produtor: Viña Ijalba
Logroño, Rioja

Wine Company, R$ 89,40
A bodega fundada em 1975 fica nos arredores de Logroño, capital da Rioja. Essencialmente orgânica, foi a primeira a produzir um vinho ecológico na região. Na avaliação, o vinho mostrou-se ligeiro e com pouca estrutura.

86 Lynus áurea 2003
Casta: Tinta del país
Álcool: 14,5%
Produtor: Pagos del Infante
Valladolid, Ribera del Duero
Busca importador

A associação de produtores ribeirinhos busca elaborar seus vinhos, ressaltando a tipicidade de cada um dos pagos que o integram. Deste vinho foram produzidas 4.500 garrafas. Na boca, é leve e poderia ter um pouco mais de estrutura.

86 Viñasar Roble 2008
Castas: Cabernet Sauvignon e Tempranillo
Álcool: 13%
Produtor: Finca La Estacada
Tarancón, Cuenca
D´Olivino (ainda não disponível para venda)

Dos 278 hectares de vinhedos plantados, 106 são de Tempranillo com uma média de 25 anos, 59 de Cabernet Sauvignon, 32 de Merlot e 8 de Syrah. No nariz, mostra baunilha e fruta madura intensa.

86 Marques de Arienzo Reserva 2000
Castas: Tempranillo, Graciano e Mazuelo
Álcool: 13%
Produtor: Domecq Bodegas/Pernod Ricard Espanha
Alavesa, Rioja

Pernod Ricard Brasil, R$ 66,99
Um dos maiores exportadores de vinho da Espanha (60 países), possui vinhedos nas regiões de Rioja, Navarra, Rías Baixas, Ribera del Duero, Rueda, La Mancha, Valdepeñas e Jumilla. Apesar dos bons taninos, na boca faltou estrutura.

85 Fagus de Coto de Hayas 2006
Casta: Garnacha
Álcool: 13,5%
Produtor: Bodegas Aragonesas
Fuendejalón, Campo de Borja
Busca importador

Os vinhedos estão aos pés da cordilheira ibérica, onde a casta Garnacha domina a paisagem. Foram produzidas mais de 75 mil garrafas deste tinto, cujas uvas provêm de vinhas com mais de 40 anos de idade. No nariz, lembra cera de abelha e tuti-fruti.

Nosso júri
Reunidos no italiano Piselli (Rua Padre João Manuel, 1253, São Paulo, SP, tel. 11 / 3081-6043) — um ótimo lugar para se abrir uma bela garrafa de vinho –, nosso júri foi formado pelos experts Norton Flores, Miguel Icassatti, Marcos Santo Mauro, Olga Martino Bermudez; pelo restauranter Juscelino Pereira; e por Jorge Carrara, Maurice Bibas, Marco Merguizzo e Ricardo Castilho, de Prazeres da Mesa.

Mostrar mais

Prazeres da Mesa

Lançada em 2003, a proposta da revista é saciar o apetite de todos os leitores que gostam de cozinhar, viajar e conhecer os segredos dos bons vinhos e de outras bebidas antecipando tendências e mostrando as novidades desse delicioso universo.

Artigos relacionados

Leia também
Fechar
Botão Voltar ao topo
Fechar