Ranking

Insustentável leveza de ser

POR HORST KISSMANN /MAURICE BIBAS
FOTOS RICARDO D´ANGELO

Para quem aprecia um vinho leve, fresco e frutado, vale apostar em um bom Sauvignon Blanc, seja australiano ou neozelandês. Esta cepa branca tem sua origem no oeste da França, mais precisamente na região do Loire, onde o Pouilly-Fumé e o Sancerre são varietais elaborados com 100% da casta. Já em Bordeaux, no Graves, é comum encontrar a uva em corte com a Semillon, originando vinhos de altíssima gama. Versátil, também pode ser encontrada no Sauternes francês, de paladar doce, no qual chega a compor 20% no corte do famoso vinho de sobremesa Château D´Yquem.

Cultivada no Chile, Argentina, Brasil, Estados Unidos, África do Sul, Itália e Austrália, foi na Nova Zelândia porém que encontrou seu melhor terroir, onde é conhecida por Savagnin Musqué. Reunidos no Vento Haragano, nosso júri foi formado pelos experts Fabio Miolo, Jonas Soares, Cleber Alves, Jane Senna e Guilherme Corrêa; pelo restauranter Lamberto Percussi; e por Maurice Bibas e Ricardo Castilho, de Prazeres da Mesa.

Continua após o anúncio

90 Framingham 2008 – Vinho do mês
Álcool: 13%
Produtor: Framingham
Marlborough, Nova Zelândia

A vinícola, fundada em 1997, teve suas primeiras vinhas plantadas em 1980. Este branco agradou muito pela elegância e tipicidade. Notas frescas de maracujá e grapefruit, um corpo equilibrado e estruturado e um final de boca suculento e limpo. Com potencial de guarda, poderá ser consumido até 2011, sem perder seu charme. Zahil, R$ 95

89 – Mount Nelson 2006
Álcool: 13,5%
Produtor: Tenuta Campo Di Sasso
Marlborough, Nova Zelândia

Ligados à família italiana Antinori, a produtora deste vinho é minúscula com apenas quatro empregados. O contra-rótulo é assinado por marchese Lodovico Antinori, que informa ter elaborado pessoalmente este vinho. Com notas de defumado e madeira, além de uma acidez mediana, agradou por seu perfil singular. Expand, R$ 78

89 – Gibbston Valley 2006
Álcool: 13%
Produtor: Gibbston Valley
Marlborough, Nova Zelândia

As primeiras parreiras foram plantadas por Alan Brady em 1987. Hoje, a vinícola tem a maior adega subterrânea da Nova Zelândia. Seu charme está nos aromas florais e de frutas cítricas características desta casta. Vinci, US$ 64.50

88 – Kumeu River 2006
Álcool: 13%
Produtor: Kumeu River
Marlborough, Nova Zelândia

Fundada em 1944, atualmente conta com o premiado enólogo Michael Brajkovic, filho dos fundadores e reconhecido por seus premiados Chardonnays. Este Sauvignon Blanc é um dos últimos lançamentos da vinícola, cujos pontos altos são sua acidez e frescor. Mistral, US$ 55

88 – Cellar Selection 2008
Álcool: 12,5%
Produtor: Sileni Estates
Marlborough, Nova Zelândia

Localizada em Hawke´s Bay, produz tintos e brancos de qualidade. Este Sauvignon Blanc revelou elegância na tipicidade aromática de frutas cítricas e notas vegetais. Boa relação custo-benefício. Mistral, US$ 33.50

87 – Isabel Estate 2007
Álcool: 13,5%
Produtor: Isabel Estate
Marlborough, Nova Zelândia

A vinícola localizada em Wairau Valley possui uma grande quantidade de vinhas antigas. Uma parte das uvas usadas neste branco foi fermentada em barricas de carvalho. O vinho é fino, elegante e com boa acidez. Mistral, US$ 49.90

87 – Aspire 2006 – Melhor compra
Álcool: 13%
Produtor: Matariki Wines
Hawkes Bay, Nova Zelândia

Aspire e Matariki são duas linhas de produtos da mesma empresa. A primeira é destinada a um público mais jovem que aprecia aromas florais e frutados. O vinho cumpre o que promete. Expand, R$ 58

86 – Clearview Reserve 2006
Álcool: 13,5%
Produtor: Clearview Estate
Winery
Marlborough, Nova Zelândia

TimTurkey e Helma Van Den Berg criaram a vinícola há 18 anos, em Hawke´s Bay. O vinho degustado foi fermentado e afinado durante 10 meses em barricas francesas, garantindo-lhe potência. Envolvente, é ideal para acompanhar pratos de carnes brancas com molhos sofisticados e complexos. Premium Wines, R$ 148,20

86 – Y Series 2005
Álcool: 11,5%
Produtor: Yalumba
Barossa Valley, Austrália

A famosa vinícola pertence à família Hill Smith. A idade do vinho atenuou a intensidade aromática tão apreciada nos Sauvignons Blancs, conservando a parte gustativa, seu maior trunfo. KMM Vinhos, R$ 97

86 – Pioneer Block 2007
Álcool: 13%
Produtor: Saint Clair Estate Winery
Marlborough, Nova Zelândia

Embora jovem (tem apenas 15 ano), a vinícola alcançou renome internacional em pouco tempo. O vinho revelou aromas de especiarias (noz moscada), equilíbrio e final de boca persistente. Grand Cru, R$ 99

85 – Nobilo Icon 2007
Álcool: 13%
Produtor: Nobilo
Marlborough, Nova Zelândia

Agradaram seu frescor e as notas verdes. Na boca, o corpo leve deixou a acidez predominar. Casa bem com carnes brancas com molhos ácidos (peixe à escabeche). Inovini/Aurora, R$ 105

85 – Wither Hills 2007
Álcool: 13%
Produtor: Wither Hills
Marlborough, Nova Zelândia

Em menos de duas décadas, Marlborough, cujos primeiros vinhedos foram plantados em 1973, conquistou o posto de a maior e mais importante região vitivinícola neozelandesa. Originário dessa parte do país, o rótulo degustado se apresentou pouco complexo. KMM Vinhos, R$135

Mostrar mais

Prazeres da Mesa

Lançada em 2003, a proposta da revista é saciar o apetite de todos os leitores que gostam de cozinhar, viajar e conhecer os segredos dos bons vinhos e de outras bebidas antecipando tendências e mostrando as novidades desse delicioso universo.

Artigos relacionados

Leia também
Fechar
Botão Voltar ao topo
Fechar