Chefs

Eduardo Freire

A panificação e o trigo sempre correram no sangue de Eduardo Freire. Seu tataravô, Jorge Barbosa, foi pioneiro na importação de farinha da Argentina via Paranaguá, no final do século XIX. Nos anos 1930, o bisavô, Pedro Nicolau, iniciou a construção de moinho de trigo em Curitiba, hoje inativado. Mas foi no início da década de 1980 que o pai de Eduardo iniciou a função executiva no moinho curitibano. Anos depois, fundou com amigos a Granolab / Granotec do Brasil, empresa que atua em bases alimentares diversas, entre elas o trigo.

E foi trabalhando nos laboratórios e padarias da empresa do pai, que Eduardo apaixonou-se pela panificação artesanal e decidiu que essa arte faria parte de sua vida. Além de padeiro, ele é economista, com MBA em gestão.

Continua após o anúncio
Mostrar mais

Prazeres da Mesa

Lançada em 2003, a proposta da revista é saciar o apetite de todos os leitores que gostam de cozinhar, viajar e conhecer os segredos dos bons vinhos e de outras bebidas antecipando tendências e mostrando as novidades desse delicioso universo.

Artigos relacionados

Leia também
Fechar
Botão Voltar ao topo