Chefs

Ivo Faria 

Chef do Vecchio Sogno, em Minas Gerais

Ivo Faria da Costa descobriu cedo a vocação para a culinária. Aos 14 anos entrou para o curso técnico de cozinha do Senac. Lá conheceu o principal incentivador de sua carreira, o professor francês Lucien Iltis. Antes de concluir os estudos na Escola Técnica, Ivo já trabalhava como professor-assistente no Senac onde, anos depois, assumiu o cargo de Instrutor-Chefe.

Um dos primeiros trabalhos, já como chef de cozinha, foi no extinto restaurante francês Bar e Café São Jorge. O bar era considerado um dos melhores da capital mineira nos anos 70. Durante dois anos chefiou cozinhas industriais da empresa alemã Krupp. Por mais de uma década, trabalhou para a rede Delikatessen Alpino (empresa pertencente ao grupo Kaiser e Coca-Cola, de Minas Gerais). Ali, foi responsável pela montagem e administração de 14 casas entre bares, cafés, cervejarias e restaurantes, além de supervisionar o trabalho de outros chefs de cozinha.

Fez diversos estágios no e quanto no exterior, além de cursos em diferentes áreas ligadas à culinária, gastronomia e administração de restaurantes, como o curso de Nutrição e Dietética, no Centro Internacional de Glion, na Suíça.

Continua após o anúncio

Ivo participou e ainda participa de diversos festivais de gastronomia como chef convidado, colaborador e consultor. Dentre eles podemos destacar o Brazilian Food Festival – United Nations Delegates Dining Room, um refinado festival de gastronomia realizado na sede da ONU, em Nova York (EUA), em maio de 2006, destinado a grandes autoridades e personalidades americanas, assim como para diplomatas e convidados especiais; Les Pantagruels, festival que reúne renomados chefes europeus durante uma semana na praia de Geribá, em Buzios/Rio de Janeiro; Festival de Cultura e Gastronomia de Tiradentes e Festival de Araxá como chef convidado e consultor, dentre outros festivais nacionais.

Em 1995, abriu em BH um novo conceito em restaurantes. O Vecchio Sogno, onde podia estreitar os laços com seus clientes. Em 2013, Ivo abriu o restaurante e pizzaria La Palma, na região da Pampulha, onde vem se consagrando como um restaurante excelência na região.

Está trajetória proporcionou a Ivo diversos prêmios como melhor chef de BH, oferecidos pela Revista Encontro Gastrô que hoje o homenageia como chef Hour Concour, Revista Viver Goumert e por 12 anos consecutivos recebeu o premio pela Revista Veja BH. Entre as indicações nacionais Ivo foi agraciado pela revista Gula nos anos de 2007 e 2008 como chef do ano e indicado várias vezes por Prazeres da Mesa. O Vecchio Sogno ambém recebeu diversos prêmios e hoje tem duas estrelas no Guia Quatro Rodas.

Mostrar mais

Prazeres da Mesa

Lançada em 2003, a proposta da revista é saciar o apetite de todos os leitores que gostam de cozinhar, viajar e conhecer os segredos dos bons vinhos e de outras bebidas antecipando tendências e mostrando as novidades desse delicioso universo.

Artigos relacionados

Leia também
Fechar
Botão Voltar ao topo
Fechar