Destaque PrincipalNotícias

Campanha “Gente é pra brilhar, não pra morrer de fome” reúne população pela erradicação da fome no Brasil

Coordenado pelo Coletivo Banquetaço, o projeto promoverá, até o dia 18 de outubro, uma programação com conferências virtuais e “marmitaço”

A campanha “Gente é pra brilhar, não pra morrer de fome” foi criada pelo Coletivo Banquetaço em decorrência do Dia Mundial da Alimentação Saudável; e do aumento do número de pessoas em situação de fome na pandemia. Para isso, iniciou uma grande aliança para a renovação do enfrentamento da fome no país, reunindo mais de 100 organizações do terceiro setor, além de chefs e ativistas.

Assim, além de ser uma campanha informativa, a ação promoverá uma série de atividades. A começar pelo “marmitaço” nos dias 17 e 18 de outubro, em que diversos cozinheiros distribuirão marmitas em diferentes capitais do país.

No dia 17, por exemplo, a chef Bel Coelho cozinha junto de Simone Gomes, do Banquetaço, na Tenda Franciscana do Sefras – Serviço Franciscano de Solidariedade, no Largo do São Francisco. No mesmo dia, Helena Rizzo cozinhará na Agência Solano Trindade, no Campo Limpo, ao lado do ativista Thiago Vinícius e de sua mãe, a cozinheira Dona Nice; além de Leila D e do coletivo Prato Firmeza.

Continua após o anúncio

Já no domingo, o chef Checho Gonzales preparará marmitas junto do coletivo Sopão das Manas e da nutricionista e ativista Neide Rigo, na Ocupação 9 de julho. O chef Rodrigo Oliveira também participa, cozinhando com os chefs Paola Carosella e Edson Leite na Ocupação Jardim Julieta, na Zona Norte de São Paulo.

On-line

Além disso, até o dia 16 de outubro, conferências virtuais tratarão de forma estratégica a superação da fome no Brasil. São diversos painéis com pesquisadores, cozinheiros, nutricionistas e especialistas em alimentação. Serão discutidos, portanto, temos como a educação alimentar e a valorização da cultura alimentar brasileira.

Na programação da campanha “Gente é pra brilhar, não pra morrer de fome”, Bela Gil, por exemplo, fala sobre alternativas ao feijão com arroz; Regina Tchelly (Favela Orgânica) discorre sobre aproveitamento integral de alimentos; e a nutricionista Valéria Paschoal trata sobre o potencial revolucionário das Panc (Plantas Alimentícias não-Convencionais); entre outras conversas.

As conferências são gratuitas e abertas ao público. Confira mais detalhes e a programação completa no site oficial da campanha.

Etiquetas
Mostrar mais

Prazeres da Mesa

Lançada em 2003, a proposta da revista é saciar o apetite de todos os leitores que gostam de cozinhar, viajar e conhecer os segredos dos bons vinhos e de outras bebidas antecipando tendências e mostrando as novidades desse delicioso universo.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo
Fechar