NotíciasReportagens

Mais afeto, menos complicação

Fuja das receitas megaelaboradas e aposte em uma ceia de Natal com preparos simples que resgatam a tradição da data

Mais afeto, menos complicação - NATAL
Produção Cristina Esquilante

Toda família tem uma receita especial de Natal. São pratos tão afetivos que só de sentirmos o aroma já o associamos à data. Pode ser um assado tradicional como peru ou tender, uma sobremesa recheada com frutas da estação ou até mesmo uma receita que fuja dos clássicos natalinos, mas que foi passada de geração para geração. O Natal é uma festa cercada de tradições na qual muitas vezes um prato simples, feito com carinho, sobressai  mais do que uma receita supercriativa e complexa.

A chef banqueteira Marcela Maragliano faz ceias de Natal há 18 anos e conta que leva bronca dos clientes quando tenta atualizar o cardápio. “Geralmente são os mesmos clientes que pedem as encomendas todos os anos e o mais interessante é que o cardápio varia muito pouco. São sempre os mesmos pedidos. Nem adianta perguntar se a família quer variar, sei que a resposta será não. Toda família tem as próprias tradições de Natal”, afirma.

Além de cuidar da comemoração dos clientes, Marcela também é responsável por parte da ceia de sua família e, para dar conta de tudo, opta sempre por receitas descomplicadas. “Temos uma vida muito corrida, principalmente nesta época do ano, e não faz sentido passar todo o dia da véspera cozinhando. Por isso, é interessante sempre trabalhar com pratos que possam ser preparados com certa antecedência”, diz.

Continua após o anúncio

Foto Ricardo D'Angelo - Natal

Merengue de frutas vermelhas I Fotos Ricardo D’Angelo

A convite de Prazeres da Mesa, a chef banqueteira criou um cardápio descomplicado para o Natal. Para isso, ela selecionou as receitas que sempre marcam presença na ceia de sua família. “Natal é família, não podemos nos esquecer disso, é o sentido maior. Por isso, não dá para falar da data sem pensar nas receitas que faço para a minha”, diz.

Cozinheira de mão-cheia

Marcela Maragliano - Natal
Marcela Maragliano

Apesar de ter cursado administração de empresas, Marcela Maragliano sempre gostou de cozinhar, tanto que, com apenas 13 anos, fez o primeiro curso na Escola Wilma Kövesi de Cozinha. “Na época, a escola era nova e era a própria Wilma quem dava as aulas. Fiz vários cursos, mas sempre fui muito curiosa e aprendi muito sozinha”, afirma. Junto com a irmã, Marcela teve uma fábrica de biscoitos artesanais por dez anos.

Com a chegada dos filhos, fez uma pausa e encerrou as atividades da fábrica, mas logo depois foi convidada a dar aulas de cozinha como voluntária para um centro social e descobriu sua vocação de professora. Aos poucos, começou a realizar cursos na própria cozinha de casa e nunca mais parou. “Faz mais de 20 anos que dou aulas e logo nos primeiros anos meus alunos começaram a me fazer encomendas. Por isso, abri um serviço de bufê e rotisseria”, diz.

Desde então, ela realiza desde pequenos jantares até eventos para mais de 100 pessoas. Hoje, a banqueteira se orgulha da clientela fiel que conquistou ao longo dos anos. “É muito gostoso e gratificante saber que existem pessoas que confiam em seu trabalho e sempre vão contar com você em momentos especiais como o Natal.”

Foto Ricardo D'Angelo - Natal
Tender made

Natal descomplicado 

Foto Ricardo D'Angelo -Natal
Farofa de frutas secas com cebolas caramelizadas

Tender e camarão não podem faltar na ceia de Marcela Maragliano. “Quando era pequena, passava o Natal com minha avó, que morava em Santos. Ela sempre fazia uma receita com camarão e essa tradição perdura em minha família até hoje. Já o tender é o prato favorito do meu marido, a família dele sempre teve a tradição de preparar o assado e, com o passar dos anos, fomos incorporando-o à nossa ceia”, afirma. Por isso, a chef apostou nas receitas de tender tradicional e camarão ao molho de champanhe como opções de pratos principais. “Além de fazer parte de minha história, são preparos extremamente simples. O tender pode ser temperado com antecedência e no dia é só colocar no forno. Pratos com frutos do mar normalmente ficam prontos com muita rapidez, não têm segredo”, diz.

Para acompanhar o tender, Marcela preparou uma farofa de frutas secas e cebolas caramelizadas. Segundo a chef, como leva frutas secas e nozes, não tem problema preparar a farofa alguns dias antes. Inclusive pode ser até melhor, pois assim as cebolas caramelizadas incorporarão ainda mais o sabor dos demais ingredientes.

Nenhuma festa que se preze pode terminar sem sobremesa, por isso a última receita da chef foi o merengue de frutas vermelhas. Além de prático, o doce combina perfeitamente com o verão. “Não podemos esquecer que se trata de uma época quente e com muitas festas. Passamos o mês inteiro celebrando, seja com amigo secreto, seja em confraternizações, por isso não podemos pensar em nada pesado”, diz. No Natal de Marcela não podem faltar frutas vermelhas, por isso, além dos morangos, a chef incluiu framboesas, amoras, blueberries e sementes de romã. Para quem preferir fazer a receita com antecedência, a dica é deixar a sobremesa na geladeira para que o chantilly não derreta. “O merengue e as outras receitas são pratos que permitem que o anfitrião curta o dia de Natal com a família, assim como deve ser”, afirma a chef.

 

afeto Natal

Camarão ao molho de champanhe

Etiquetas
Mostrar mais

Stephanie Vapsys

Foi vendendo cupcakes na feira de empreendedorismo da escola, aos 15 anos, que Stephanie Vapsys se encantou pela confeiteira e, posteriormente, pela gastronomia. A jovem que nunca recusa um docinho ou um convite para jantar, decidiu cursar jornalismo na Faculdade Cásper Líbero por ser fã de literatura e fascinada por contar boas histórias. Desde 2015, na redação de Prazeres da Mesa, a repórter tem a oportunidade de conviver diariamente com sua grande paixão. Entre viagens, idas ao teatro ou ao cinema sempre aproveita a deixa para conhecer um bom restaurante por perto.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo
Fechar