Destaque PrincipalNotícias

Nespresso lança cafés oriundos de programas sociais em prol da cultura cafeeira

A linha Reviving Origins nasceu de projeto homônimo que visa a resgatar a economia cafeeira de regiões em vulnerabilidade social

A Nespresso acaba de lançar no mercado brasileiro a linha de cápsulas Reviving Origins. Composta por três cafés sazonais, a novidade nasceu a partir de projeto homônimo. A ação tem como objetivo resgatar a economia cafeeira de regiões em vulnerabilidade social, desastres naturais e conflitos.

Para isso, a marca fez um investimento de 10 milhões de francos suíços e está trabalhando em capacitação de produtores, além de aprimoramento de recursos e ferramentas para melhor qualidade e produtividade das colheitas.

Uganda, Colômbia e Zimbábue são os países de origem dos cafés e que têm produtores beneficiados pelo programa. Dessa maneira, e homenageando as respectivas origens nos nomes das variedades, chegam ao Brasil as cápsulas Amaha awe Uganda (“Esperança de Uganda”, no idioma local Lhukonzo), espresso de intensidade 8, com notas de sândalo e tons florais, acidez e corpo médios; Esperanza de Colombia, um café de notas frutadas e delicada acidez; e Tamuka mu Zimbabwe, café 100% arábica com aromas frutados de groselha e cranberry e, além disso, de acidez equilibrada e intensidade 5.

Continua após o anúncio

Os cafés da linha Reviving Origins, de edição limitada, custam 4 reais a cápsula e estão disponíveis no site da Nespresso.

Etiquetas
Mostrar mais

Prazeres da Mesa

Lançada em 2003, a proposta da revista é saciar o apetite de todos os leitores que gostam de cozinhar, viajar e conhecer os segredos dos bons vinhos e de outras bebidas antecipando tendências e mostrando as novidades desse delicioso universo.

Artigos relacionados

Leia também
Fechar
Botão Voltar ao topo
Fechar