Destaque PrincipalNotíciasReportagens

Sabor de nossa terra

Do café à coquetelaria, o pão de queijo invade até os menus de bar

O bom e afetivo “cheirinho de terra molhada” ganhou versão para beber no Guarita Bar. “Adoro o cheiro de vegetação úmida, de chuva. Fico horas me conectando com esses aromas. E a cada aroma, vem um pensamento; a cada pensamento, uma inspiração”, diz Jean Ponce, que criou um drinque com cachaça e Fernet aliados ao frescor de limão, manjericão e hortelã. Além disso, a harmonização à mesa fica por conta de um preparo que tem tudo a ver com o terroir brasileiro: pão de queijo.

Foto Laís Asca / divulgação.
Foto Laís Asca / divulgação.

“É feito com canastra e tem fornada apenas duas vezes por semana no Guarita Bar. Demoramos para chegar a essa receita porque queríamos fugir do tradicional. O resultado tem o gostinho do campo, o verdadeiro sabor do queijo”, conta Jean.

A evolução da coquetelaria

Voltando no tempo, de quando Prazeres da Mesa foi lançada, Jean comenta os 17 últimos anos da coquetelaria. Ele, que é que é o barman por trás do Guarita bar e do Guarita Burger, além da casa especializada em smashburger Patties, conta que viu muita coisa mudar.

Continua após o anúncio

Por exemplo, a valorização à coloração dos ingredientes, e a transformação dos drinques em uma experiência. “Bartenders começaram a abrir seus bares. A coquetelaria está se transformando em carreira, em sonho.”

Para o futuro, Ponce espera que haja mais brasilidade à mesa, tanto quando se fala de vinhos, como quando tratamos de cachaça artesanal, com uso de madeiras nativas. “Torço para que coquetéis clássicos nasçam de nossos bares”, diz.

Etiquetas
Mostrar mais

Isabel Raia

Na equipe desde 2014, Isabel Raia é editora de Prazeres da Mesa. É formada em jornalismo, pela PUC-SP e pela Universidad de Castilla-La Mancha (na Espanha), e pós-graduada em Cozinha Brasileira, pelo Senac. Isabel tem na gastronomia uma de suas grandes paixões (principalmente se a receita incluir queijo ou chocolate).

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo
Fechar